Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Prótese ou implante? Entenda a diferença

Rádio Advento | 5:00 AM |

Prótese ou implante? Entenda a diferença
Quando chega a hora de procurar por ‘substitutos’ dos dentes, pode haver dúvidas entre qual opção escolher. Existem as próteses fixas, próteses móveis e os implantes. Cada caso pede uma técnica diferente, já que a saúde geral e da boca precisam ser levadas em consideração para seguir com o tratamento ideal.
 
As próteses fixas são recomendadas para quem perdeu um ou mais dentes, mas ainda restam alguns na boca. Isso porque o molde precisa de outros dentes para servir de pilar e ser fixado. No caso da prótese móvel, a famosa dentadura substitui toda a arcada perdida. Já o implante, pode substituir um dente ou a arcada inteira. A técnica consiste em colocar um pino dentro do osso e, em cima dele, colocar o dente artificial.
 
Segundo o cirurgião-dentista, Mario Groisman, membro das Academias Americanas de Osseointegração e de Implantologia Oral, apesar de o número de implantes aumentar a cada ano, muitos pacientes ainda preferem a dentadura. “Existe um aspecto cultural, uma geração que tem medo de dentista evita técnicas mais invasivas como o implante”, diz. 
 
Ainda assim, o especialista garante que em 87% dos casos não há relato de dor no procedimento de implante, que ainda é controlado com antibiótico e anti-inflamatório. As contraindicações são para pacientes com alterações metabólicas não compensadas, como a diabetes, alterações sanguíneas e doenças periodontais. “Mas cada caso precisa ser avaliado pelo especialista”, afirma Groisman.
 
Durabilidade
Os implantes saem na frente quando o quesito é durabilidade. Com higiene bucal adequada, já houve implantes que duraram 24 anos, contra cinco da dentadura. "A durabilidade dos implantes dentários podem variar, mas em geral, o tratamento tem uma taxa de sucesso de até 98%", diz o cirurgião-dentista, Luiz Octavio Benatti, especilista em implantodontia.
 
Custo
Os implantes podem ser de duas a três vezes mais caros que as próteses.
 
Manutenção
Tanto com próteses quanto com implantes, pacientes de alto risco, que perderam todos os dentes, devem ir ao dentista de três em três meses. De acordo com o grau de comprometimento e higiene, pode passar para seis em seis meses.
 
Vantagens e desvantagens
Prótese móvel (dentadura)
Vantagens: é removível, então a limpeza ocorre fora da boca. O custo também é menor. 
Desvantagens: é removível, o que pode prejudicar a segurança social e conferir menor potência mastigatória. Como o osso não é estimulado pelos dentes, há a reabsorção da estrutura óssea. Por conta disso, em alguns casos a pessoa pode ter dor. 
 
Prótese fixa
Vantagens: como é fixa, dá mais confiança para quem a usa e é mais barata que o implante.
Desvantagens: o profissional precisa desgastar outros dentes para que sirvam de pilar. Este é um custo biológico muito elevado, pois mexe com a estrutura de um dente saudável.
 
Implante
Vantagens: estabilidade muito maior, potência mastigatória muito mais significativa, a pessoa se alimenta melhor e tem mais segurança social.
Desvantagens: como o procedimento exige profissional especializado, envolve custo maior, e acaba sendo mais caro que uma dentadura. 

Category: