Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Maneiras de fazer seu filho se sentir amado e importante

Rádio Advento | 5:59 AM |

O ritmo acelerado da sociedade tem feito com que muitas famílias permaneçam desunidas. Alguns fatores, como excesso de trabalho, atenção voltada demais à tecnologia e egoísmo por parte dos pais, provocam nos filhos o sentimento de que não são amados.

Geralmente, os pais nem percebem o que levou os filhos a se afastarem, e só vão notar esse distanciamento quando os filhos começam a se rebelar. Às vezes, esse distanciamento é tanto, que os filhos buscam afeto fora de casa. Esse é um dos grandes motivos que os levam a se tornar dependentes de drogas, já que revoltados e inseguros, recorrem às primeiras pessoas que lhe oferecem atenção, sejam elas confiáveis ou não.

Mas apesar de não ser fácil, com muita dedicação e força de vontade, é possível reverter o quadro e fazer os filhos se sentirem amados e importantes.

Diálogo em primeiro lugar

Uma das coisas mais edificantes que existem é o diálogo em família. Os filhos precisam desabafar com alguém, e ninguém melhor dos que os pais para ouvi-los. Então, sente e converse com eles. E deixe que contem tudo o que têm vontade e estejam sentindo, sem cobranças. Depois que eles falarem, mostre seu ponto de vista com amor e paciência. Os diálogos deveriam acontecer diariamente, mas se não for possível, reserve pelo menos um dia na semana para conversar com os filhos, individualmente.

Recreação

O ideal seria reservar no mínimo um dia na semana para diversão em família. Atividades recreativas familiares são perpetuadas por várias gerações e os filhos se lembram com carinho delas por toda vida.

Elogios

Nada é mais desanimador do que fazer coisas boas e não ser reconhecido. Então, sempre que seu filho fizer algo bacana, elogie-o e, como reconhecimento, seja afetuoso. Ele vai crescer confiante e animado.

Limites

Alguns pais têm medo de demonstrar autoridade aos filhos. Então, permitem que façam tudo achando que vão deixar de amá-los caso recebam regras. Grande engano! Os filhos precisam de limites, e isso os tornará muito mais felizes do que se não souberem receber a dose adequada das coisas. Se você não impuser regras, a vida vai impor. Só que seu filho não estará preparado para elas. Mas se você ensiná-lo a respeitar limites, ele crescerá preparado para os desafios que surgirem ao longo do caminho e saberá respeitar as outras pessoas.

Apoio e incentivo

Cada um tem talentos e anseios diferentes. E seus filhos podem se sentir frustrados caso você os censure o tempo todo só porque os anseios deles são diferentes dos seus. Por exemplo, se seu filho gosta de música e você não, tente enxergar as coisas boas que ele aprenderá ao desenvolver esse talento, não levando em conta só a sua opinião a respeito dessa atividade. E principalmente, incentive-o a levar adiante os projetos que começar.

E acima de tudo, aprenda a conhecer seus filhos. Assim será mais fácil de ensiná-los e suprir as necessidades de cada um deles.

Fonte : Familia

Category: