Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Jovens adultos que se exercitam têm QI mais alto

Rádio Advento | 2:30 AM |

Um novo estudo realizado na Suécia está quebrando o estereótipo do Nerd franzino inteligente. Adultos com um físico saudável têm QI mais alto e têm mais chances de ir à Universidade, de acordo com uma pesquisa realizada no Hospital Universitário de Sahlgrenska. O estudo foi realizado com 1,2 milhão de homens suecos que realizaram serviços militares e nasceram entre 1950 e 1976. O grupo de homens foi analisado quando entrou no exército, com testes físicos e psicológicos, para testar o nível de QI – quociente intelectual. O estudo mostra uma ligação direta entre a boa saúde física e resultados melhores no teste de QI. A ligação mais forte, segundo os pesquisadores, é com o raciocínio lógico e compreensão verbal. Porém, os pesquisadores salientam que é a boa condição física que tem influência sobre os resultados, e não a força. “O bom estado físico significa que a capacidade cardíaca e dos pulmões está boa, o que significa que o cérebro recebe bastante oxigênio”, firma Michael Nilsson, professor da Universidade que participou do estudo.

“Este pode ser um dos motivos pelos quais encontramos esta ligação entre o condicionamento físico, mas não a força muscular”, diz. Ao analisar dados sobre irmãos gêmeos, os pesquisadores puderam determinar que são fatores ambientais que explicam a ligação entre o condicionamento e o QI mais alto, e não a genética. 

“Também provamos que os jovens que melhoram o condicionamento físico entre os 15 e 18 anos aumentam a performance cognitiva”, explica a pesquisadora Maria Åberg. “Sendo este o caso, a educação física é uma matéria que tem um papel muito importante nas escolas, e é absolutamente necessária para melhorar em matemática e outras matérias teóricas”, afirma Åberg.

Os pesquisadores também compararam os resultados de testes de condicionamento físico durante o serviço militar obrigatório com o estado sócio-econômico durante a idade adulta. Aqueles que tinham um bom estado físico aos 18 anos se mostraram mais aptos a seguir os estudos no ensino superior, e muitos têm empregos melhores.

A ligação entre o condicionamento físico e a performance mental já foi mostrada em vários estudos realizados em animais, crianças e idosos. Entretanto, estudos feitos com jovens adultos são controversos, pois até os 20 anos o cérebro ainda está em formação, e pode mudar muito devido ao desenvolvimento cognitivo e emocional. 



Nota: Há um século, Ellen White aconselhou: "Onde a escola é estabelecida deve haver terra para pomares e hortas, a fim de que os estudantes tenham exercício físico combinado com esforço mental" (Beneficência Social, p. 184). "...intelectuais sofrem frequentemente doenças provenientes de pesado esforço mental não atenuado pelo exercício físico. O que essas pessoas precisam é de uma vida mais ativa. Hábitos de estrita temperança no viver, ao lado do conveniente exercício, assegurariam vigor tanto físico como mental, dando capacidade de resistência a todos... que trabalham com o cérebro" (A Ciência do Bom Viver, p. 238).

Category: