Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Ser ou não ser

Rádio Advento | 2:41 AM |

dois_caminhos
Muitas vezes, nas grandes reuniões evangelísticas, o inimigo tem se manifestado, apossando-se de alguma pessoa. O inimigo é real e embora derrotado e condenado continua atormentando muitas vidas. A possessão demoníaca é uma realidade. Existem muitas pessoas possuídas pelo inimigo. Mas existe também um mal-entendido quanto a este assunto. Geralmente, pensamos que uma pessoa possuída pelo inimigo é aquela que grita, esperneia e é levantada e jogada com força ao chão. Mas estas pessoas não são as únicas. Existem muitos que nunca exteriorizam manifestações demoníacas, mas são igualmente possuídas. Aquelas que gritam, choram, e exteriorizam manifestações, fazem-no porque além de serem possuídas pelo inimigo, são fracas mental, emocional e fisicamente. Se não fosse assim, o inimigo nunca exteriorizaria manifestações nessas pessoas.
Quer dizer que alguém pode nunca exteriorizar manifestações demoníacas e mesmo assim estar possuído pelo inimigo? É possível, sim, e a Bíblia explica isto claramente. “Aquele que não está comigo, contra Mim está e aquele que comigo não recolhe, espalha”.
No terreno espiritual não pode haver três grupos, existem só dois: os que são de Jesus e os que pertencem ao inimigo de Jesus. Não existe o grupo dos que ficam em cima do muro. Isso pode funcionar em muitas áreas da vida, mas não na vida espiritual. Aqui não há lugar para a observação. Ficar na indecisão já é tomar decisão em favor do inimigo de Jesus.
Existe muita gente que nunca gritou, nem esperneou, nem ficou jogada no chão, mas é possuída pelo inimigo. Eles apenas não exteriorizam manifestações porque são fortes física, mental e emocionalmente.
“Toda alma que recusa entregar-se a Deus, acha-se sob o domínio de outro poder. Não pertence a si mesma. Pode-se falar em liberdade, mas está na mais abjeta servidão” (Caminho a Cristo, p. 58).
Nossa única salvaguarda é Jesus. NEle estaremos sempre seguros. Quando Cristo voltar, só existirão dois grupos: as ovelhas e os cabritos, as néscias e as loucas, os seguidores do Cordeiro e do dragão, e tudo dependerá de nossa escolha hoje.
Por que não fazer deste dia um dia de comunhão permanente com Jesus? Leve um cântico de louvor em seu coração, ouça uma música inspiradora em seu carro, pense em Jesus, medite cada momento nEle, relacione tudo com Ele, sinta Sua companhia permanente. Seja um amigo de Jesus! (Escrito pelo Pr. Alejandro Bullón)

Category: