Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Apoiando o cônjuge quando a família dele dá muita dor de cabeça

Rádio Advento | 5:20 AM |

A família é o alicerce da sociedade, é o bem mais precioso que podemos ter. Quando encontramos nosso parceiro, estamos envoltos em amor e tomamos a decisão de casar, unindo não apenas duas vidas, mas duas famílias, duas culturas, duas formas de pensar com suas qualidades e defeitos.

Muitas vezes, a família do cônjuge é bem complicada, cheia de problemas e complexos ou ao menos assim a vemos, gerando muita “dor de cabeça”. Mas sabemos que a família do cônjuge é importante para ele e seu amor por ela é imenso, mesmo com todos os agravantes. O sofrimento dele é também o seu.

Não tem como ficar alheia aos acontecimentos da família de seu amado, seja ela qual for, seria muito injusta, cruel e errada essa atitude. O ideal é apoiar o cônjuge para que ele possa dar sua contribuição e ajudar sua família.

Ao tomar essa atitude, seu cônjuge irá perceber que se importa com ele e com sua família. E, com certeza, a atitude e o afeto serão recíprocos.

Como podemos apoiar?
Acredito que apoiar significa acima de tudo ajudar, consolar, entender, nutrir e suster, contribuindo de alguma maneira e não julgando as atitudes que considera erradas da família de seu amado. Mas sim, pr
ocurando ajudar com soluções para os diversos tipos de problemas, muitas vezes, podendo ser até mesmo a solução.

Estabeleçam limites
Procure sempre manter uma comunicação boa e saudável com seu amado, assim será mais fácil estabelecer limites. Procure oferecer toda ajuda necessária para que seu amado consiga ajudar sua família, apóie, mas observe se essa ajuda não atrapalhará a relação de vocês. Conversem sobre o assunto e estabeleçam limites.

Não faça comparações
Se tem uma coisa que pode ser um grande motivo para uma briga é fazer comparações entre as famílias: culturas, manias, tradições e outras coisas. Nunca façam comparações entre as famílias, não aponte os erros, os defeitos das famílias, não diga que isso é melhor do que aquilo, que sua mãe é melhor do que a dele, que o trabalho de seu pai é melhor do que o dele. Isso magoa e traz ressentimentos.

Essa é uma guerra desnecessária, onde todos perdem. É fato que todos têm defeitos, mas proporcionalmente também têm qualidades e virtudes.

Demonstre amor
Acredito que o amor vence tudo e todos os obstáculos, e que ele é a cura para todos os males desse mundo. Essa é a melhor forma de apoiar nosso cônjuge, amando verdadeiramente e procurando demonstrar seu amor com mais clareza para a família de nosso cônjuge, mesmo diante das diferenças.

Com as dores de cabeça que a família de seu amado lhe oferece, também pode oferecer o analgésico. É bom lembrar que também podemos ser uma dor de cabeça para a família dele, talvez nossa cultura possa parecer estranha para eles. Todos nós temos espinhos, mas ao mesmo tempo também temos o aroma e a beleza. Podemos viver e conviver com as diferenças. A tolerância e o amor são sempre bons remédios.

Category: