Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Termine a corrida!

Rádio Advento | 4:15 AM |

termine a corridaConsidere esta advertência feita pelo escritor de Hebreus: “… corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta” (12:1).
Se existisse o golfe ou o futebol na época do Novo Testamento, estou certo de que os autores teriam falado de jogadas e de bolas, mas como estes esportes ainda não existiam, eles escreveram sobre as corridas. A palavra “corrida” vem do grego AGON, de onde também se origina a palavra “agonia”. A corrida do crente não é um esporte, e sim uma corrida exigente e cansativa; às vezes, agonizante. É necessário um esforço gigantesco para termina-la.
Provavelmente, você já percebeu que muitos não a concluem. Com certeza já observou que há muitos ao lado da trilha. Eles costumavam correr – houve uma época que mantinham o ritmo. Mas então chegou o cansaço. Não pensavam que a corrida seria tão difícil, ou foram desencorajados e intimidados por um adversário. Qualquer que tenha sido a razão, eles não correm mais. Eles podem ser cristãos. Podem ir à igreja. Podem colocar dinheiro na salva das ofertas e esquentar o banco da igreja, mas os seus corações já não estão na corrida. Eles se aposentaram antes da hora. A menos que alguma coisa mude, o seu melhor trabalho terá sido o seu primeiro trabalho, e eles terminarão se lastimando.
Em contraste, o melhor trabalho  de Jesus foi o Seu último, e o passo mais forte foi o Seu último passo. O nosso mestre é o maior exemplo de alguém que suporta. O escritor de Hebreus prossegue dizendo que Jesus “… suportou tais contradições dos pecadores contra Si mesmo” (12:3). A Bíblia diz que Jesus “suportou”, implicando que Jesus poderia ter “desistido”. O corredor poderia ter desistido, ter se sentado, ter ido para casa. Ele poderia ter abandonado a corrida, mas não o fez. Ele “suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo”.  
(Extraído da obra “Cristo através da Bíblia, de Max Lucado.)

Category: