Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

EUA consideram união homossexual como casamento

Rádio Advento | 3:29 AM |

A Suprema Corte dos Estados Unidos derrubou nesta quarta-feira a lei federal que define o casamento apenas como a união entre um homem e uma mulher. A decisão, tomada após uma reunião histórica em Washington, é uma grande vitória para os defensores do casamento entre pessoas do mesmo sexo. A Defense of Marriage Act (DOMA, Lei de Defesa do Casamento), que o tribunal considerou inconstitucional, negava aos casais do mesmo sexo nos Estados Unidos os mesmos direitos e benefícios garantidos aos casais heterossexuais. “DOMA é inconstitucional como a privação da liberdade igualitária das pessoas, que é protegida pela Quinta Emenda da Constituição”, decidiu a Corte em uma votação com o placar de 5 a 4.


Nota:( Jornalista Michelson Borges ) Como já escrevi aqui várias vezes, acredito que os gays têm todo o direito de se unir e de desfrutar dos direitos que esse tipo de união lhes faculta. Mas não têm o direito de se apropriar de um conceito e de uma palavra que pertencem ao universo bíblico e dar-lhe nova interpretação. Casamento é a união entre um homem e uma mulher sob as bênçãos do Criador do casamento. Ponto final. Não se trata de uma lei federal. Trata-se da Palavra de Deus; trata-se de uma instituição que vem lá do Éden. E chama atenção o fato de serem justamente os Estados Unidos – nação majoritariamente protestante – os primeiros a defenderem essa bandeira – tudo em nome da liberdade, ainda que se tenha que contrariar um conceito bíblico. E assim como “derrubaram” uma instituição edênica (casamento heterossexual monogâmico) e a trocaram por uma lei humana (“casamento” homossexual), outra instituição edênica (o sábado) poderá facilmente ser substituída por uma lei humana (decreto dominical). O caminho para isso já está preparado. Em nome da “liberdade”, muitas outras barbaridades serão cometidas por essa nação. Quem viver verá.

Category: