Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Açúcar: fino, branco e mortal

Rádio Advento | 6:00 AM |


fino, branco e mortal

O açúcar branco, refinado, usado para adoçar os alimentos, é sim um vilão.   Os prejuízos que ele causa no organismo são inúmeros. Primeiro, porque ele é uma substância extremamente concentrada. Para você ter uma idéia, uma colher de açúcar equivale a 90 cm de cana (quase 1m), e todo produto concentrado desgasta e sobrecarrega o organismo.
Além disso, durante o processo de refinamento, a cana perde todos os seus nutrientes, se tornando apenas fonte de calorias. Dessa forma, para ser assimilado, o açúcar “rouba” do organismo importantes vitaminas e minerais como o cálcio, que é importante na fase de crescimento e na prevenção da osteoporose, e a vitamina B1, que é importante para a integridade do sistema nervoso. Sua deficiência causa alterações nervosas como irritabilidade, cansaço e perda de memória.
 O açúcar enfraquece o sistema imunológico, reduzindo a resistência do organismo à vírus e bactérias nocivas, deixando a pessoa mais propensa a gripes, rinite, cistite, cáries e desequilíbrio da flora intestinal. O açúcar também está relacionado ao aparecimento de obesidade, Hipertensão, Diabetes e alguns tipos de câncer como intestinos, mama, ovários, útero, próstata e rins.
O CONSUMO DE AÇÚCAR CAUSA AUTOMATICAMENTE AUMENTO DE GLICOSE NO SANGUE?
Ao contrário dos açucares naturais, o açúcar refinado é absorvido muito depressa, causando um brusco aumento da glicose no sangue. O pâncreas é obrigado a produzir uma quantidade extra de insulina para baixar a glicemia. Essa reação é acompanhada de depressão e cansaço e a pessoa sente necessidade de um novo estimulante, e acaba ocorrendo um ciclo vicioso. Essas alterações na taxa de açúcar no sangue deterioram os mecanismos que regulam o metabolismo e esgotam o sistema nervoso.
TODOS OS ALIMENTOS QUE CONTÊM AÇÚCAR ELEVAM OS NÍVEIS DE GLICOSE NA MESMA PROPORÇÃO? Não, o corpo não absorve todos os tipos de açúcar na mesma velocidade. Por exemplo, os alimentos que contém açúcar refinado, como os doces em geral e as bebidas adoçadas com açúcar, elevam rapidamente a glicose no sangue, aumentando também rapidamente a produção de insulina, o que causa mal estar, dores de cabeça e fome poucas horas após sua ingestão.
Por outro lado, os açúcares naturais contidos nos alimentos e a presença de fibras contribuirão para que a glicose vá para o sangue lentamente, contribuindo para maior saciedade e controle de peso. É o caso dos pães integrais, aveia, arroz integral, feijões, frutas, verduras e legumes. Todos esses alimentos contêm algum tipo de carboidrato, que é o seu açúcar natural.
O AÇÚCAR CAUSA DIABETES?
O elevado consumo de açúcar aliado a uma alimentação pobre em fibras, provoca uma rápida elevação dos níveis de glicose no sangue e otimiza o depósito de gordura nas células, o que aumenta a resistência à insulina, obrigando o pâncreas a trabalhar mais e mais até que a insulina que ele produz deixa de ser suficiente e o Diabetes é instalado. Quando a alimentação for pobre em fibras, haverá uma maior propensão ao Diabetes.
É INDICADO REDUZIR A INGESTÃO DE ALIMENTOS RICOS EM CARBOIDRATOS? 
O Carboidrato é um nutriente essencial para o organismo, pois ele fornece glicose que é o combustível para todas as células, indispensável para a integridade do sistema nervoso. Por isso, ele deve representar 50 a 60% da alimentação diária. É necessário, portanto, escolher os carboidratos que são absorvidos mais lentamente pelo organismo, presentes nos cereais integrais, sementes, grãos, feijões, frutas e hortaliças.
QUAIS SÃO OS MELHORES SUBSTITUTOS DO AÇÚCAR REFINADO, FORA OS ADOÇANTES?
O ideal seria reeducarmos o nosso paladar para apreciar o sabor natural dos alimentos, sem adição de açúcar. Algumas alternativas mais saudáveis são o mel, o melado e o açúcar mascavo ou demerara. Eles também têm uma rápida absorção, não podendo ser usados por pessoas que tem diabetes, mas sua vantagem está no fato de conterem vitaminas e minerais importantes que o açúcar refinado perdeu e por isso “rouba” cálcio e vitamina B1 do organismo.
AS BEBIDAS ALCOÓLICAS TAMBÉM ELEVAM A GLICOSE NO SANGUE? 
qual será a sua escolha?

Num primeiro momento sim, porque algumas bebidas alcoólicas são ricas em carboidratos, mas, na verdade o álcool baixa o nível de glicose. Normalmente, quando a taxa de glicose baixa muito, o fígado transforma o glicogênio armazenado em glicose, mas o álcool interfere nesse processo, dificultando a recuperação de uma crise de hipoglicemia. Além disso, o álcool eleva o ácido úrico e os triglicerídeos, destrói neurônios e intoxica o fígado.  
O AÇÚCAR VICIA? 
O açúcar aumenta os níveis de hormônios como a dopamina e a serotonina, o que causa uma momentânea sensação de bem estar, mas com a liberação da insulina, esse estado de excitação passa, e a pessoa sente vontade de comer mais açúcar, portanto, o açúcar pode viciar.
POR QUE GOSTAMOS TANTO DE DOCES?
A introdução do açúcar ocorre bem precocemente, já na mamadeira dos bebês, o que é totalmente inapropriado, uma vez que a criança, desconhecendo o açúcar, não semtirá a sua falta. O uso do açúcar pelos bebês predispõe à diversas infecções e reações alérgicas como problemas respiratórios, infecções intestinais, cárie de mamadeira, além de deficiências nutricionais e atraso no desenvolvimento. Portanto, desde pequenos somos induzidos à dependência ao açúcar.  
UMA INTERRUPÇÃO NO CONSUMO DE AÇÚCAR PODE LEVAR À DEPRESSÃO? 
O açúcar é uma substância estimulante do sistema nervoso e seu consumo em excesso provoca um aumento brusco da glicemia seguido de sua queda. Essas oscilações de glicemia são acompanhadas de depressão e fadiga, gerando o desejo de consumir mais açúcar e isso desgasta o sistema nervoso, o que pode ser agravado por uma deficiência da Vitamina B1, que é protetora do Sistema Nervoso. Portanto, o vicio do açúcar pode estar relacionado com a causa da depressão e a interrupção do seu consumo pode ajudar no tratamento, lembrando que nos primeiros dias de abstinência é normal sentir desconforto devido ao processo de desintoxicação do corpo.
ADOÇANTE ARTIFICIAL CAUSA CÂNCER? 
Estudos verificaram alta incidência de leucemia em ratos submetidos a altas doses do adoçante artificial ciclamato e câncer de bexiga relacionado ao adoçante artificial sacarina. Estudos também relacionam o aparecimento de mal de Alzheimer e esclerose múltipla ao elevado consumo do adoçante artificial aspartame. Alguns adoçantes apresentam sódio em sua composição, o que pode aumentar a retenção de líquidos e a pressão arterial. Mulheres grávidas são aconselhadas a evitar o uso de adoçantes artificiais devido aos riscos. Os únicos adoçantes seguros são os adoçantes naturais como a frutose, o mel e a estévia. No caso de diabéticos, recomendo apenas o uso da estévia, pois não altera a glicemia.

Category: