Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Tragédia em Santa Maria: premeditada?

Rádio Advento | 5:30 AM |


Entre diversas observações, algumas chocam, apontando para uma ação premeditada de influência “diabólica”. Líderes evangélicos exortam a todos que orem e apoiem os afetados pela tragédia. Informações de um texto chamado “Incêndio na boate: acidente ou sacrifício?”, no site Osilluminati.com [cuidemos com os sensacionalismos de sites dessa natureza] estão circulando na internet, detalhando “estranhas coincidências”. O texto aponta, por exemplo, que antes de começar o show, a boate Kiss postou em seu Facebook: “Hoje temos a banda gurizada, a Kiss VAI PEGAR FOGO.” Em seguida, o post foi apagado. Outras “estranhas coincidências” apontadas são o fato de que o dia do desastre, 27 de janeiro, foi o Dia Internacional em Memória do Holocausto, e que o cartaz da banda que provocou o incêndio [imagem ao lado] era de uma caveira dançando e pegando fogo. Entretanto, a “coisa mais estranha”, diz o artigo, é que a última música tocada foi “Die Young” [Morrer Jovem], da cantora Kesha, que é adoradora do deus Bafomé (assista ao clipe com símbolos explícitos).

De acordo com o texto, também, uma sobrevivente disse que viu uma mulher de vestido vermelho sorrindo para todos.

O desastre aconteceu depois que a banda Gurizada Fandangueira fez umshow pirotécnico usando um sinalizador dentro da boate. Dos integrantes da banda, apenas um morreu, os outros saíram ilesos do local em chamas.

Um internauta postou no site do Yahoo, perguntas e respostas, que o incêndio da boate foi obra do diabo, alegando que o “o nome da boate era Kiss, abreviação de Knights In Satan’s Service, ou seja, Cavaleiros a Serviço de Satanás”. “Esse incêndio foi obra do demônio. O pecado do sexo, da nudez, da bebida - todos esses aumentam o poder do diabo”, explicou o dono do post, Rafael.

Para corroborar a hipótese, no Facebook, o apóstolo João Carlos, da Igreja Apostólica Leão de Judá, em Jundiaí, afirmou que o fato de que 245 jovens serem mortos não é normal. “245 jovens foram mortos num evento no Rio Grnde do Sul [sic]. É normal morrer tantos jovens assim??? Não mil vezes não. Tudo que não é normal é espiritual.” “Amado quantos desses jovens o pai, a mãe falaram para não irem neste lugar, mas esses jovens não deram ouvidos para seus pais, a rebeldia e desobediência levou [sic] mais de 245 jovens para morte. É triste saber que o diabo matou e infelizmente vai continuar matando mais jovens ainda.”

Entretanto, comentando sobre a polêmica ao The Christian Post, o líder do movimento Eu Quero Uma Igreja, que propõe uma Nova Reforma Protestante, Ádryan Krysnamurt Edin da Luz, criticou que muitos façam “julgamentos” neste momento. “Nisso vemos como o sistema religioso cria pessoas para julgamento e falta de amor”, disse ele, em um e-mail ao CP. Apesar das diversas especulações, Ádryan afirma que o importante neste momento é que as pessoas saiam para “cuidar dos necessitados”.

“A verdadeira religião não é julgar neste momento de tanta dor, mas, sim, cuidar dos mais necessitados, dos que precisam do nosso abraço, carinho e ajuda (Tg 1:27).”

Ele rejeitou comentários ouvidos por ele como “Ah, eles estavam numa balada, boate... se estivessem numa igreja não teria ocorrido essa tragédia”, dando exemplo da tragédia da [Igreja] Renascer, quando o telhado de um templo caiu sobre 400 fieis que estavam no local.

Segundo ele, ainda que Deus não deixe faltar nada para os que são fieis a Ele, entretanto, “Ele não nos livra da dor, Ele passa conosco na dor”. “O oportunista dirá: ‘Tudo podemos; vamos arrebentar naquele que nos fortalece.’ O verdadeiro homem de Deus refutará: ‘Leia os versículos que vêm antes de Filipenses 4:13, o 11 e o 12. Sei estar abatido, isto é, enfermo, triste, depressivo, angustiado, aflito; e sei ter abundância, ou seja, estar feliz.’”

“A verdadeira vida em Jesus é: no mundo tereis aflições. Nós estamos chorando, chorando com os que choram. [...] É hora de fazermos alguma coisa! É hora de orar por eles, é hora de ajudar e demonstrar o amor que recebemos de Jesus.”

Os desastres, diz o líder cristão, bem como a fome da África, as doenças, a falta de saúde e educação são consequências dos pecados humanos, e de homens poderosos que detêm a maior parte da riqueza da Terra em suas mãos.

Ádryan exorta que todos “chorem por eles e com eles (envolvidos na tragédia), para que o Consolador conforte suas famílias. A noite vai passar; em breve não haverá mais choro, nem mais morte, nem mais dor.”

(Christian Post, via Féem Jesus)

Category: