Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Criação e moralidade (comentário)

Rádio Advento | 4:30 AM |


Ideia central 1: Ter sido criados à imagem e semelhança de um Deus plural significa que manifestamos essa imagem quando nos relacionamos, especialmente no contexto do casamento, que provê ainda o potencial para a multiplicação. Em certo sentido, Deus concedeu o poder criador ao homem e à mulher. Curiosa e diferentemente dos animais, os seres humanos têm conceitos de moral. Por que um amontoado de matéria teria isso? Por que deveríamos confiar nas conclusões e na moral oriundas de um cérebro tido como apenas um aglomerado de moléculas? As “explicações” evolucionistas para a existência da moralidade têm se mostrado insuficientes. A única resposta lógica é que o Legislador universal nos fez à imagem dEle. Portanto, somos dotados de uma moralidade que se reporta à moral absoluta dEle, ainda que de maneira inconsciente, para alguns.

Ideia central 2: A crença na origem da humanidade a partir de um casal nos torna a todos irmãos e dotados da mesma dignidade, independentemente de sexo, etnia ou condição social. O darwinismo social, de certa forma, ajudou a combater essa ideia, justificando o domínio do mais fraco pelo mais forte. Na Bíblia, Deus é apresentado como um Ser de amor incondicional e Jesus nos convida a ser como Ele (Mt 5:44-48). A parábola do bom samaritano (Lc 10:29-37) contradiz totalmente a lei do mais forte e apresenta o caráter de Deus na prática; o caráter que deve ser manifestado pelos seres criados à imagem dEle. O fato de o ser humano possuir moralidade o torna responsável por esse senso e ele será julgado por essa compreensão.

Para refletir

1. O que significa o fato de termos sido criados pelo Deus triúno?
2. Por que a ideia de moralidade contradiz o evolucionismo naturalista?
3. A humanidade tem origem em um casal criado por Deus. Como essa crença afeta as relações humanas e contradiz o darwinismo?


Category: