Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Joelmir Beting e a ressurreição da vida.

Rádio Advento | 4:30 AM |

Joelmir Beting
Joelmir Beting morreu aos 75 anos de vida

Morreu no início da madrugada desta quinta-feira (29) o jornalista Joelmir Beting, aos 75 anos. Ele estava internado desde o dia 22 de outubro no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, e, no domingo (25), sofreu um acidente vascular encefálico hemorrágico (AVE). Nesta quarta-feira (28), o hospital Albert Einstein informou que o jornalista estava em coma irreversível. Em seu site, ele se descrevia como uma pessoa que trabalhava e estudava 15 horas por dia, assim como na infância. Joelmir era casado com Lucila, desde 1963, e pai de dois filhos: Gianfranco, publicitário e webmaster, e Mauro, comentarista esportivo de jornal e televisão.
Agora estou lembrando da passagem bíblica que diz que quando Jesus voltar, todos vão ver. Nunca mais haverá doença. Jamais sentiremos dor, não sofreremos. Quero estudar um pouco com você esse assunto.Várias personalidades brasileiras estão enfermas. A doença está por toda parte, em todo mundo. Diante das perdas, refletimos sobre o valor da vida e o que existe após a mesma. Apocalipse 21.
Joelmir está doenteA afirmação de Apocalipse 1:7, implica claramente em que os responsáveis pela morte de Cristo sairão da sepultura para testemunhar a Sua vinda. Durante o decurso do Seu julgamento Jesus advertiu os líderes judeus deste terrível evento (Mt 26:64) [i] Esta será uma ressurreição especial, além daquelas mencionadas nas Escrituras“Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a Sua voz e sairão: os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo” (Jo 5:28-29).

Referências Bíblicas como provas bíblicas da onipresença de Cristo:
Além desta ressurreição (daqueles que traspassaram a Jesus, haverá a ressurreição da vida (após a volta de Jesus – 1 Co 15:23) e a ressurreição do juízo, dos ímpios, após o milênio – Ap 20:4). Um dos atributos de Deus é a onipresença. Embora Cristo tenha se revestido de humanidade em sua 1ª vinda, Ele não perdeu esse atributo, pois “a divindade não foi degradada ou mutilada pela humanidade.”
S. Mateus 18:20: “Porque onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, ali estou no meio deles”. Hebreus 13:8: “Jesus Cristo ontem e hoje é o mesmo, e o será para sempre.” Valiosa prova de que Cristo não poderia ter perdido nada está em Sua imutabilidade. Os versos 19 e 26 de S. João 20 comprovam que Cristo, após a ressurreição, não estaria restringido a um corpo humano. A declaração de Lucas (At 9:5) do aparecimento de Cristo a Paulo cientifica-nos de que Ele pode aparecer em qualquer lugar.  A maior evidência bíblica de que Cristo, tomando a natureza humana, não perdeu nada da divindade se encontra na conhecida declaração paulina: “Portanto nEle habita corporalmente toda a plenitude da Divindade” (Cl 2:9).
Possuindo as duas naturezas, como humano não pôde ser onipresente, mas como divino é Senhor de todos os atributos.  Em sua 2ª vinda Jesus virá com poder e grande Glória (Lc 21:27), e sem dúvida fará uso de Sua onipresença, de modo que todo olho O verá.” Todo aquele que aceitar a Jesus como seu Salvador pessoal não precisará temer fazer parte da segunda ressurreição (dos ímpios, para a destruição); sua salvação estará garantida. Basta não abandonar o Senhor. Aceite a Cristo hoje mesmo.
Seja feliz!
J.Washington

Category: