Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Solidão: o que fazer para não sofrer.

Rádio Advento | 10:30 AM |


44% dos médicos sofrem de depressão ou ansiedade e 57% têm estafa e desânimo com o emprego. Além da saúde mental, os problemas físicos dos médicos também são alarmantes. 82% dos profissionais atuam em três ou mais empregos. Um em cada cinco sofre de doenças cardíacas. A mesma parcela apresenta alterações no sistema circulatório e 21,8% convivem com o mau funcionamento do aparelho digestivo. Os índices de depressão em quem não tem diploma de Medicina é de 33,4%, apontou pesquisa internacional utilizada como referência pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). 7.700 profissionais foram entrevistados. E o que dizer da solidão? Isso afeta médicos e pacientes.
Por que estou só
Solidão: existe cura para este problema.
Você se sente só com frequência?
Você se sente só mesmo andando pelo calçadão mais movimentado?
Num final de dia, quando sai com amigos, não se sente preenchido como pessoa?
Sente tristeza ao perceber que o final de semana está chegando e você terá que buscar uma ocasião, no velho e tradicional tour noturno, para driblar a solidão? A solidão é uma das realidades mais latentes de cada um de nós. Um pouco de solidão, na verdade, é saudável para fazermos os “balanços” e reflexões tão necessários para o nosso crescimento pessoal. Mas quando este sentimento ultrapassa certos limites aceitáveis, alguma coisa está errada. O advento da modernidade trouxe a aglomeração de pessoas nas grandes cidades enfatizando a eficiência e a especialização que cada uma delas precisa buscar desesperadamente, para que alcance a tão sonhada condecoração social: o sentimento de ser “vencedor-na-vida”. Estamos cercados por pessoas, mas muitas vezes solitários.
Que grande preço muitos estão pagando para conseguir as coisas, adquirir os símbolos de status, destaque e aceitação no meio em que vivem, mas não convivem! O solitário é alguém que não aprendeu a arte da convivência, da interação verdadeira. Conviver é compartilhar aquilo que somos, muito mais do que aquilo que temos. Muitos capricham no layout, como se fossem um grande outdoor de rua, com coisas que só sugerem o que o outro pode esperar encontrar (com a moda, sexo, opulência financeira ou física). Expectativa frustrada! É apenas uma isca elaborada por alguém que não pode utilizar-se de conteúdo emocional e espiritual para interagir com consistência e consciência.
Mesmo que você não se dê conta, a importância que você tem como pessoa é imensa e o conteúdo que tem para compartilhar com outros é preciosíssimo. Não se venda por aí, não negocie os seus valores pessoais em troca de apreciação barata e de pouca duração. Encontre-se consigo mesmo em Deus para que possa conviver e interagir com outros, tendo a solidão (aqueles momentos de reflexão e crescimento pessoais) como uma aliada trabalhando a seu favor! A Bíblia diz: “Ame ao Senhor seu Deus de todo o coração, com toda a alma, com toda a mente e com todas as forças… e ame ao seu próximo como você ama a você mesmo”  (Mc 12:30,31). Agora me diga:
1- Como você poderá amar a outros se não ama a Deus em primeiro lugar e não tem um compromisso de vida diário com Ele?
2- Como você poderá amar a outros se não ama a si mesmo?
Portanto não há melhor antídoto para a solidão do que o companheirismo com Jesus. Aquele que nos ama e morreu para nos salvar. Aquele que conhece tudo a nosso respeito e ainda assim nos ama. Aquele que envia diariamente o Espírito Santo para ajudar-nos a crescer em amor. Amigo! Deus o ama muito! Ele tem o melhor para sua vida. Se você não se aceita como é e está buscando afirmar-se fora de si mesmo (a), através da aceitação de outros, lembre-se que Deus o (a) aceita como você é e está. Procure firmar um compromisso de vida com Ele depositando o que você tem de mais precioso, sua vida, nas mãos dele.
Entregue sua solidão a Jesus, e você verá que a companhia dEle é muito real. Disponha-se a conviver e interagir com outras pessoas com base naquilo que você possui e no que Deus acrescentará em você. Nem todos vão gostar de você, mas sozinho, nunca mais você ficará!
Creia nisto. Seja feliz!
J.Washington

Category: