Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Fazer Reparação

Rádio Advento | 4:30 AM |


fazerReparacaoQuando você faz uma reparação a quem lesou, material ou emocionalmente, surge um alívio dentro de si. Veja mais.

Um fator importante para a obtenção de paz interior é fazer reparação. É importante fazermos reparação com alguém, quando há tensão dentro de nós por conta de problemas entre nós e este alguém, familiares ou não. Ao fazer a reparação, mesmo relacionada com algo ocorrido há muitos anos, surge alívio dentro de você. Como fazer isto?

Fazer reparação é uma decisão consciente de procurar consertar o que fizemos de errado com alguém, seja em termos de comportamento emocional, seja fraude, atitude desonesta, furto, etc. Dependendo do problema que queremos consertar, a reparação pode ser feita por carta, email, telefonema ou pessoalmente. E isto significa que é preciso ser humilde, reconhecer erros, e procurar a pessoa a quem lesamos de alguma maneira, para fazer a reparação do que reconhecemos que foram nossos erros no passado.

Fazer reparação pode ser apenas pedir desculpas, mas pode também envolver fazer uma restituição do que você deve à pessoa, seja porque pegou algo dela e não devolveu, ou pediu dinheiro emprestado e não pagou, etc. Ou seja, você confessa que errou, pede perdão e restitui o objeto material que deve. Se envolver uma grande soma de dinheiro que você não dispõe no momento, procure fazer um acordo para pagar o que deve, como, por exemplo, parcelando em pagamentos suaves.

Ao fazer a reparação, o mais importante não é a reação da pessoa com quem você irá faze-la, mas é o que a reparação produz em você. Antes dela, talvez exista tensão em sua consciência sempre que pensa no assunto. Daí a tendência é jogar para o subconsciente e tentar esquecer o assunto. Mas ele volta porque não está resolvido.

Quando você for fazer a reparação, a pessoa poderá ter pelo menos uma das três atitudes seguintes:

1)Ela poderá lhe dizer: "Puxa, eu estava esperando há tantos anos que você viesse a mim para pedir desculpas pelo que fez! E finalmente você veio, e acho isto bom! Estou contente que você tenha tomado esta iniciativa!"

2)Ou poderá lhe dizer: "Não fiquei pensando nisto ao longo deste tempo. Não se preocupe, eu não estava chateado(a) com isto. Nem me lembrava mais do assunto! Se você não me procurasse para tocar neste assunto, eu nem me lembraria mais!"

3)Ou então pode lhe dizer: "Não quero saber deste assunto. Não quero conversa com você! Não me interessa o que você tem para me dizer. Não perdôo o que você fez!"

No exemplo número 1 a pessoa estava pensando no assunto vez ou outra, e esperando que você tomasse a iniciativa de fazer a reparação.

No exemplo 2 a pessoa não se preocupou com o que você fez de errado, talvez porque para ela foi algo pequeno, sem valor, ou talvez porque ela tem um coração grande e tolerou seus erros, ou talvez porque ela conhecia que você tinha problemas na ocasião e ela levou isto em conta, perdoando.

No exemplo 3, a pessoa foi lesada por você (emocionalmente, materialmente, etc.) e não perdoou e não quer conversa. Mas o mais importante aqui não é o fato de que ela terá que ficar numa boa com você. Isto não é da sua conta. O que é da sua conta é você fazer a reparação, o resto é com a outra pessoa.

Se você anda angustiado e se sempre que pensa numa pessoa com quem teve sérios problemas, se sente pior, pare, pense, reflita, peça luz a Deus para que Ele que lhe clareie a mente para ver se há a necessidade de fazer alguma reparação com alguma pessoa do seu passado a quem você pode ter mentido, trapaceado, furtado, ficado em dívida, agredido com palavras, traído a confiança, etc., e peça também a Deus a coragem para fazer a reparação. Isto trará a você um imenso alívio, após fazer a devida reparação.

Category: