Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Sentimentos não são imperfeições

Rádio Advento | 3:00 AM |

Sentimentos têm uma função. Aprenda a lidar com eles de maneira saudável. E solte-os.

Pessoas ?nervosas? reclamam do nervosismo que sentem, querendo que ele desapareça sem mudar algo em si mesmas. Não aceitam a ansiedade presente. É como ficar comendo coisas picantes e não querer ter ardência no estômago. Sentimentos desagradáveis vão embora quando eles não mais precisam existir devido ao fato da pessoa os ter sentido, talvez entendido sua causa e os deixado ir.
O primeiro passo para não mais ter um sentimento desagradável ou doloroso é reconhecer que ele está ali por alguma razão e aceitá-lo. Aceitar que ele é real. Evitar fingir que ele não existe. Não temer o sentimento. Ajuda pensar que você não é o sentimento. Ele é apenas algo em sua mente. Será preciso reconhecê-lo, aceitá-lo e desligar-se dele. Você pode ter pouco poder sobre um sentimento que surge dentro de si, mas o que decide fazer com ele é de sua responsabilidade.
É possível aprender a aceitar seu sentimento desagradável sem pânico, compartilhá-lo com alguém de confiança, reconhecer que ele é um sentimento e não um fato, e em seguida desligar-se dele.
Na medida em que você permite sentir o que está sentindo, o sentimento passa. E o contrário é também verdadeiro, ou seja, na medida em que você não permite sentir a emoção que está aí dentro de seu coração/mente, ele ficará represado e ficará retornando o tempo todo, até que possa sair de maneira funcional, equilibrada. Se sair de maneira desequilibrada, ele promoverá o surgimento de novo sentimento (culpa, medo, vergonha, etc.), que necessitará ser expresso para obter alívio.
Talvez seja necessário expressar e experimentar o sentimento para conseguir serenidade. Expressar significa por para fora, deixar que ele saia, claro, sem ser de uma forma abusiva ou exagerada. E experimentar significa viver o sentimento. É angústia? Então sinta-a sem fugir dela com drogas, medicamentos, trabalho, comida, etc. É tristeza? Chore, desabafe, lamente. Tente entender o que está causando isto. Mude seu comportamento ruim. Depois chega. Focalize seu pensamento em outra coisa. Decida pensar positivamente, compassivamente, perdoadoramente.
A melhor maneira de acabar com um sentimento doloroso é passar por ele igual quando você atravessa um temporal numa estrada e ali na frente ela está seca novamente. Durante o temporal talvez seja preciso parar um pouco, ou diminuir a velocidade, olhar com mais atenção, segurar mais firme o volante, acender os faróis, etc. Assim é no período de forte dor emocional. Talvez seja prudente trabalhar menos horas, descansar mais, fazer caminhadas em meio à Natureza, dormir mais cedo, comer menos, respirar mais fundo, orar mais.
Respeite seu sentimento. Não tenha medo dele. Fale dele o suficiente com pessoa de confiança e com seu Deus. Evite todo pensamento e comportamento que gera este tipo de sentimento ruim. O que você pensa produz o que você sente. Já desabafou? Já lamentou o suficiente? Então chega. Deixe o sentimento ir embora. Pare de pensar nele. Coloque sua atenção em algo bom. Escolha pensar positivo, melhor e alegre. Decida ajudar alguém ao invés de ficar lamentando o tempo todo por causa do que está sentindo. Vá e faça algo de bom. Hoje. Amanhã de novo.

Category: