Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Quando a provação chega e não é compreendida

Rádio Advento | 7:06 AM |


Jó sabia que era justo perante Deus. Imaginava por que tinha sido afligido e se o Senhor se preocupava com ele.
A maioria de nós tende a ter esse pensamento de que, uma vez que Deus é soberano, supõe-se que faça tudo funcionar perfeitamente. Nada deveria nos incomodar, enquanto caminhássemos com Ele.
Este é o verdadeiro problema que leva muitos cristãos ao desespero quando passam por dificuldades. Não conseguem imaginar como Deus pode deixar que alguma coisa ruim lhes aconteça. Transformam a Sua soberania em um gênio mágico que deve empurrar todos os problemas, dificuldades, provações e irritações no momento em que disserem: “Agora!” Como resultado, de repente nos encontramos em meio a terríveis circunstâncias, despedaçamo-nos, culpamos a Deus e o acusamos de não se preocupar, de não ser justo, de não agir amorosamente e de não levar em consideração os nossos interesses.
Devemos retornar para a verdade de que, embora Deus esteja no controle absoluto de toda a vida, não é a causa de todos os infortúnios da vida. Ao contrário, o Seu plano os permite com o grande propósito de fazer com que muitos de nós tornemo-nos conforme a imagem de Cristo (Romanos 8:29).
A provação de Jó expôs este importante mal-entendido por parte deste patriarca. Ele não podia compreender como Deus permitiria que essas coisas continuassem – para não dizer acontecessem…
Todos podemos nos identificar com Jó… A razão porque vemos as coisas dessa forma é que não entendemos como Deus pensa: não compreendemos a natureza de Sua sabedoria. “Os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos” (Isaías 55:8). Quando somos novos na fé, temos a tendência de pensar que Deus sempre quer o que é melhor para nós. Realmente, o Senhor deseja. Mas o que nós achamos que é melhor, e o que Deus considera melhor são coisas tão diferentes quanto o chantilly e o concreto. Achamos que o Senhor sempre nos fará felizes. Na verdade, prevemos esses sentimentos calorosos e indistintos. Mas Deus planeja nos tornar santos. Isto frequentemente requer uma boa dose de sofrimento…
O problema de Jó era exatamente igual ao nosso. Temos um plano, e Deus possui outro. Mas o projeto do Senhor é aquele que será posto em marcha. E quando esse objetivo se transformar em circunstâncias da vida real, poderemos chegar a sentir como se tivéssemos sido esticados, esquartejados e jogados como alimento para as multidões.
Mas é ganhando a perspectiva de Deus que começamos a enxergar a verdadeira sabedoria. Isto era o que o Senhor desejava que Jó entendesse. (Mark R. Littleton)
É fácil questionar a Deus em tempos de dificuldade. Quando se sentir aflito com relação a Deus, não se afaste dEle. Busque na Palavra dEle o auxílio, a coragem, a certeza de que você não está sozinho.
Fonte : Amilton Menezes

Category: