Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Confie na Fé

Rádio Advento | 10:30 AM |

Você possui a fé que promove a cura?

Desordens emocionais prejudicam o crescimento espiritual e o obter paz interior. Atendi um homem com queixas de insônia, depressão, irritação, nervosismo, ansiedade, momentos de sensação de muita insegurança. Ele procurou nosso Centro de Medicina Natural (Wildwood) depois de tentar tratamento convencional psiquiátrico quando tomou anti-depressivos, estabilizadores do humor, tranqüilizantes, indutores do sono e até neurolépticos, todos sem resultados positivos.

Protestante, como a maioria dos norte-americanos, 60 anos de idade, empresário, corpo atlético antes da depressão, casado, ativo, com estes sintomas há poucos meses, sendo a gota d?água para sua depressão com a queda de sua empresa. Detesta precisar de alguém ou de algo, afirmando: ?Odeio ser servido!?. Sentira-se sensibilizado com a equipe ao sentir que é bom ser servido, receber apoio e carinho das pessoas. Seu coração começara a abrir-se para a cura.

Desde menino tinha medo e insegurança, precisando se virar sozinho quando sua mãe ía trabalhar. Desde então enfrentava emoções bem desconfortantes quando fugiu disto através de defesas mentais inconscientes, passando a portar-se com uma capa de fortaleza e onipotência deixando de lado a necessidade de receber ajuda e consequentemente sentindo-se como se não necessitasse de nada e de ninguém.

Tem agido como ?salvador? de todos, sem precisar de nada. E as necessidades naturais dele? O que faz com elas? As enterra no inconsciente porque experimentá-las é muito desagradável. Quando o desagradável não é resolvido surgem sintomas. Então, como ele pode deixar surgir na sua consciência a percepção da necessidade que sente de ajuda e tolerar isto, sem fugir imediatamente para o pólo do ?não preciso de nada?, perpetuando assim os sintomas?

?Não tenho confiança na fé.?, afirmou, querendo dizer que sente dificuldade em se soltar naquilo que não pode ser visto e tocado. Fé depende de algo que você ainda não viu, e de algo que você não tem absoluto controle. A fé é a atitude mental que agarra o Poder Superior que pode trazer solução e cura.

Como sentar no banco do carona e relaxar, deixando-se guiar na certeza de que Alguém o cuida? Às vezes a única forma de abrir mão do controle e da prepotência é atingindo o fundo do poço. Ou morre ou levanta. E o sintoma pode ser a chance da pessoa, finalmente, tomar o caminho da saúde. Parar de ter medo de confiar. Parar de ter medo de confiar na fé. A cura verdadeira é pela fé.

Por alguma razão houve um problema com este homem para confiar nos seus pais quando pequeno. E isto provocou uma contaminação emocional que ?infeccionou? sua vida espiritual. Daí ele dizer: ?Não confio na fé.? Isto significa dizer: ?Não confio que se depender de crer em Deus e em outras pessoas cuidarão de mim.?

Fé não é sentimento. É a prova de que a solução já está pronta na vontade e no poder de Deus. É possível exercer fé com tristeza ou com alegria. Não é o tipo de sentimento que determina a fé que promove cura. E nem a fé pede para alguém reprimir sentimentos para que ela funcione. Alguns sentimentos só poderão sair quando houver um canal de sua expressão e experimentação. O jeito de sair (resolver) é passando por aquilo do que queremos fugir. Não mais fugir significa enfrentar. Enfrentar requer experimentar não só a lembrança mas também a sensação da dor que machuca, na cabeça (razão) e no coração (emoção).

A fé que promove cura é a que nos faz agir por amor, não por medo, não por obrigação, não por tentativa de manipulação da realidade, não por presunção. Você crê, deixa sua mente e seu coração abertos (sem preconceitos), solta-se e entrega-se plenamente à Vida, à Deus. E Ele opera segundo o Seu querer e Sua sabedoria. E os resultados chegam. No momento certo. Nem antes, nem depois. Quando você estiver pronto. Daí você aprende a se gloriar nas tribulações, sabendo que elas produzem a paciência. E a paciência produz a experiência. Você aprende. A experiência produz a esperança. Você crê que a solução chegará porque já viveu algo semelhante antes ou algo que dependia de esperar em fé e funcionou. E a esperança não produz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em seu coração. (Romanos 5:3-5). Confie na fé.

Category: