Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Nossa reação às respostas de Deus

Rádio Advento | 4:30 AM |

aceitar_vontade_divinaAs pessoas reagem de diversas maneiras às respostas de Deus a suas orações. Muitas reações diferentes são relatadas no Novo Testamento. Uma forma de reagir étestemunhar. Ana orou muitos anos pedindo para ver o Messias e, quando Deus respondeu, ela foi contar a todos que vira o Messias. A reação de Simeão, porém, foi bem diferente. Depois de fazer a mesma oração durante vários anos, ele também viu o Messias. Sua reação? “Agora estou pronto pra morrer”.
Existe, ainda, a reação da incredulidade. Enquanto os cristãos da igreja primitiva oravam para que Pedro fosse liberto da prisão, não creram que Deus havia respondido às suas orações e acharam que era o anjo de Pedro que batia à porta.
Há, também, a reação de obediência. As orações de Pedro no terraço foram respondidas por Deus numa visão, que o apóstolo não compreendeu de imediato. Ainda assim, quando Deus explicou a visão, Pedro obedeceu mais que depressa e levou o evangelho aos gentios.
Precisamos fazer uma escolha. Paulo e Silas oraram e cantaram na prisão, e Deus respondeu ao enviar um terremoto que abriu todas as portas e rompeu as correntes dos prisioneiros. No entanto, Paulo escolheu abrir mão da liberdade imediata, a fim de ganhar o carcereiro para Cristo. Talvez, uma das reações mais difíceis à resposta de Deus seja aceitar. Paulo orou, em três ocasiões, pedindo que fosse removido o espinho em sua carne, mas aceitou o “não” de Deus, confiando, por fim, na força do Senhor.
A Bíblia revela uma porção de reações diferentes às respostas de Deus às orações – algumas positivas, outras negativas; algumas rebeldes, outras submissas; algumas alegres e agradecidas, outras iradas. Nossas reações às respostas de Deus podem ser muitas e, também, variadas. A decisão é nossa.
A decisão de como reagiremos determinará o próximo estágio de nossa situação espiritual, de nossas atitudes, de nosso relacionamento com Deus ou de nossa área de atuação. Cada pedido de oração, não importa quão Grande  ou quão pequeno seja, nos conduzirá a nosso próximo estágio. Nós oramos, Deus responde, e, então, decidimos o que fazer com a resposta dEle.
Em todas as promessas que dá, Deus deseja sempre que alcancemos o próximo patamar de perdão, de alegria, de semelhança a Cristo, de paz, de poder e de produtividade. Se necessário, a resposta abrange a restauração de todo o nosso ser a esse estado. Para isso, porém, devemos aceitar Sua resposta.
Contudo, talvez a resposta de Deus precise incluir passos que Ele julga necessários para responderá oração que fizemos. Assim, em lugar de procurar uma resposta definitiva para nossas orações, devemos buscar aquilo que deve acontecer depois que Deus der Sua resposta final. Normalmente, podemos esperar uma nova série de orações e mais respostas em decorrência de nossa primeira oração e de cada uma das orações subsequentes.
Tendo em vista que a resposta de Deus é sempre aquilo que, em última análise, resultará no que é absolutamente melhor para aquele que ora, devemos estar dispostos a receber Suas respostas intermediárias. Deus sabe que são degraus necessários para que nos conduza até o lugar definitivo que reservou para nós.
Em Mateus 7:7, Jesus disse: “batei, e abrir-se-vos-á”. O que ser abrirá? Aquilo que Deus reservou para você! Sua próxima porta aberta. Uma vida melhor com Ele. Deus usa as orações que você faz hoje para abrir as cortinas do cenário do resto de sua vida.
 (Escrito por Evelyn Christenson).
Ore: “Senhor, desejo profundamente compreender a oração a partir de Teu ponto de vista. Por favor, ensina-me a reagir às Tuas respostas às minhas orações de modo que sirvam de direção para minha vida. Em nome de Jesus, amém!

Category: