Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Não deixe a água sumir!

Rádio Advento | 4:20 AM |

fonte_de_aguaA tragédia do homem desde o Jardim do Éden sempre foi a mesma: tirar os olhos de Deus e confiar nos seus recursos. “Separados de Mim, nada pois fazer”, disse Jesus. Mas ao longo da História o homem tem insistido em viver afastado da Fonte da vida, substituindo o verdadeiro Deus por deuses ocos e sem vida.
Nos tempos do profeta Jeremias, o povo de Israel tinha abandonado a Deus, o manancial de águas viva e tentava cavar cisternas rotas que não retinham água (Jr 2:13).
O que é uma cisterna rota? Naquelas regiões o povo construía cisternas para armazenar água para a época da seca. Eram poços enormes, os quais recebiam um revestimento que impedia que a água escorresse para a terra. Às vezes, por negligência na construção do revestimento, o povo, quando precisava de água, descobria que o poço estava vazio. Aonde estava toda a água depositada nesse poço? Tinha escorrido pelas roturas do revestimento.
Em Jeremias 2:13 Deus expressa Sua tristeza pela insensatez de Seu povo. “Dois males cometeu o Meu povo: primeiro, deixaram o manancial de águas vivas e depois construíram cisternas rotas, que não retêm água”.
Um cristianismo sem Cristo, um cristianismo que usa o nome de Cristo, mas vive apenas preocupado com exterioridades, não passa de cisterna rota. Você vai a ela pensando achar água, mas só encontra sequidão, desespero e morte.
Jesus é o único manancial de águas vivas e aqueles que desejam ser cada dia mais semelhantes a Ele não cometem a imprudência de confiar nas cisternas construídas por suas próprias mãos, não confiam no bom comportamento conseguido por seu próprio esforço, nem na sua reputação como bons membros de igreja. Não, eles vão ao manancial de águas vivas, são banhados diariamente nessas águas, acalmam a sede da alma na pureza dessas águas. Não permitem que nada os afaste desse manancial e o resultado dessa experiência é uma vida de obediência autêntica, um caráter que cada dia reflete mais e mais o caráter de Jesus.
Veja também que este verso de Jeremias expressa também a profunda tristeza que Deus sentiu no Jardim quando Adão e Eva se esconderam de Sua presença. Naquela tarde trágica o coração de Deus se afligiu não por causa de um fruto comido, mas porque os filhos amados não estavam mais perto dEle. O que Lhe causa tristeza ao coração não são os atos errados do homem, são em primeiro lugar o relacionamento quebrado, o construir cisternas rotas separados do manancial de águas vivas.
Por que não fazer de hoje um dia de comunhão com o Manancial de águas vivas? Diante de você está um dia cheio de desafios e expectativas, mas cuidado, não tente construir cisternas rotas, deposite sua confiança em Jesus e ao entardecer, retorne para casa vitorioso. 
(Escrito pelo Pr. Alejandro Bullon)

Category: