Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

A Roupa da Mulher Adventista – Roupas de Banho

Rádio Advento | 4:30 AM |


Bem… esse não é um assunto, nem de longe, fácil de se falar. Contudo, por duas vezes já recebemos perguntas específicas sobre a roupa de banho da mulher adventista.
As opiniões são diversas, contudo, nosso objetivo não é escrever aqui opiniões próprias, mas resumidamente refletirmos nas orientações divinas.
Primeiramente, é importante ressaltar que nem a bíblia e nem o espírito de profecia vão falar em maiô e biquine, assim como não falam sobre computador, celular, e etc. O que temos que ter em mente é que independente da época em que vivemos, os princípios divinos não mudam, independente de nossos costumes pessoais ou regionais.
Quando falamos em roupas de banho, esses 3 princípios continuam vigentes, porém o princípio decência se torna mais evidente e discutido.
Na Bíblia encontramos “Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos” I Timóteo 2:9. O comentário Bíblico Adventista explica que a palavra “pudor” usada neste verso diz respeito, no grego, ao termo “aidos” que significa “respeito próprio” e “recato”.
Quando escolhemos um traje para usarmos na praia ou em outros ambientes de banho, temos que nos atentar para este aspecto do vestir, o pudor. A mulher cristã deve andar de forma a manter o respeito próprio. A exposição corporal que ocorre ao se usar diversos trajes de banho é comumente associada à futilidade, e o corpo se torna a atração ao invés do caráter.
O fato de a moda do mundo mudar, não significa que devemos acompanhar suas mudanças. Quando a moda não vai de encontro à vontade de Deus, não há problema em fazermos uso de seus produtos, desde que não haja ostentação. Contudo, na maioria das vezes a moda nos leva para mais distante dos ideais divinos.
Há alguns dias estava conversando com um amigo sobre o traje de banho das mulheres. Comentava com ele uma das perguntas que recebemos aqui no blog sobre isso. Ele me disse que como todas as mulheres na praia estão de biquine, não há problema em a mulher cristã usar biquine. Problema seria ela usar maiô pois chamaria mais atenção do que se tivesse igual a todas as outras. É certo que não devemos nos vestir para chamarmos mais atenção para nós mesmas, contudo, chamarmos a atenção das pessoas por estar seguindo os princípios divinos não é errado. Isso se chama testemunho. Assim como um vegetariano chama atenção das pessoas em um almoço no ambiente de trabalho por não colocar alimento carneo no prato, assim como um rapaz cristão chama a atenção dos amigos por não participar de diversas práticas que o mundo vê como normais, mas que desagrada a Deus… isso é testemunho. E se for para testemunhar de Deus, Sua vontade e Seu amor, devemos chamar a atenção sim!
Conversando com uma amiga, ela me falou que muitas vezes um maiô pode ser mais indecente que um biquine. E isso é fato. Só porque a peça se chama maiô, isso não significa que é decente. Ela argumentou que muitos maiôs produzidos hoje são extremamente sensuais, e fariam mais estrago do que o uso do biquine. Estou dando esse exemplo da fala dela, porque a questão é muito mais que maiô ou biquine, a questão em cheque é “DECÊNCIA”!
Nessa mesma conversa, uma outra amiga comentou que usa biquine, e que não vê problema nisso, mas dependendo de com quem ela está indo à praia, às vezes, o uso do biquine gera certo incômodo ou constrangimento. Na mesma hora pensei “imagine se toda vez que ela se arrumasse para ir à praia ela lembrasse que anjos e o próprio Deus a estão vendo!”.
Sabe queridos, aprendi uma coisa muito importante com meu marido: antes de comprar qualquer roupa, devo perguntar a opinião de Deus sobre o que estou comprando. Não tem como errar assim!
Imagine Deus dentro do vestiário, onde você está provando a roupa! Se nossa vontade for agradar a Deus e obedecê-lo, nos sentiremos constrangidas só em experimentar uma roupa inadequada. Essa é uma experiência que aconselho a todas vocês ter!
Outro aspecto importante em relação a esse assunto é que muitas vezes somos tentados a justificar nossas práticas em práticas de outras pessoas. Assim, muitas moças alegam em defesa de si que a esposa do pastor, do ancião, ou a diretora do Ministério da Mulher, por exemplo, usa biquine, ou usa um maiô indecente. O fato de essas mulheres usarem trajes inadequados só explica o motivo de não ouvirmos sermões e orientações claras sobre esse assunto em nossas igrejas, mas não justifica o uso desses trajes por nós.
A irmã White, ao falar sobre os missionários escolhidos por Deus, diz que “[...] para exercer uma boa influência, sua esposa e filhos e ele próprio, devem dar um bom exemplo quanto a vestir-se com decência e correção. Sua aparência pessoal, sua residência e os arredores da mesma – tudo deve falar em favor da verdade que defendem.” Obreiros Evangélicos, p. 450. Isso serve para todos os que se dispõem a trabalhar na obra de Deus! Mas, mesmo que essas pessoas não cumpram com o exemplo que devem dar, devemos seguir as orientações divinas, e não justificar nossos maus hábitos em maus hábitos alheios.
Precisamos, muito mais que mudar nossas roupas, viver um reavivamento espiritual. Quando conhecemos a verdade mais profundamente, e amamos mais e mais a Deus, as mudanças vão ocorrendo naturalmente em nossas vidas, pois damos mais ouvido à voz do Espírito Santo. “O sacrifício e a negação do eu assinalarão a vida do cristão. E a evidência de que o gosto está mudado será vista no vestuário de todo aquele que anda na vereda aberta para os redimidos do Senhor.” Atos dos apóstolos, 523.
Muita gente acha que essa coisa de falar sobre vestuário é besteira. Deus não pensa assim, e como Seus filhos também não devemos pensar!
“As palavras das Escrituras Sagradas, referentes a vestuários, devem ser bem meditadas. Importa compreender o que seja agradável ao Senhor até em matéria de vestimentas. Todos os que sinceramente buscam a graça de Cristo, hão de atender a essas preciosas instruções da Palavra divinamente inspirada. O próprio feitio da roupa há de comprovar a veracidade do evangelho.” Evangelismo, p. 312.
Deus está disposto a nos orientar quanto ao que devemos vestir!! Precisamos estar dispostos a ouví-lo!! Minha dica para todas as mulheres que lêem esse texto é: tenha uma vida devocional com o Senhor todos os dias, estude mais Sua Palavra e os escritos deixados no Espírito de Profecia. Ore várias vezes ao dia pedindo discernimento e, quando precisar fazer uma escolha (de uma roupa, por exemplo), ore e se disponha a fazer a vontade de Deus! Dessa forma não tem como errar!!
Deus nos abençoe!!
Fonte Mulher Adventista

Category: