Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

A profundidade do amor de Deus

Rádio Advento | 6:00 PM |


Amai o Senhor, vós todos os Seus santos. Sal. 31:23.
Em uma das mais profundas passagens do Novo Testamento, Paulo declara: “Aquele que não conheceu pecado, Ele o fez pecado por nós; para que, nEle, fôssemos feitos justiça de Deus.” II Cor. 5:21.
Deus fez Cristo ser pecado por nós. Jesus pecou? Alguma vez, Ele teve um pensamento mau ou cometeu um ato pecaminoso? Certamente que não!
Mas Aquele que não conheceu pecado tornou-Se pecado. Jesus foi acusado e condenado por pecados que nós cometemos. Como é possível? Somente através do amor. Não precisamos de uma definição teológica da cruz; precisamos entender suas realidades práticas. Nossa grande necessidade é experimentar o seu poder transformador. Entender o que Jesus realmente sofreu ajuda-nos a compreender sua mais profunda mensagem. Como escreveu Paulo: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-Se Ele próprio maldição em nosso lugar (porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro).” Gál. 3:13.
Cristo nos redimiu da maldição da lei. Qual é a maldição da lei? A morte. A primeira ou a segunda morte? A primeira morte é a morte pela qual toda a raça humana passa como resultado do pecado corporativo da humanidade. Quando Adão e Eva pecaram, este mundo mergulhou para a morte e separou-se de Deus, a fonte da vida.
Se a morte de Cristo na cruz for apenas para a nossa morte física, não temos salvação. O pecado também precisa da segunda morte, que é o banimento eterno da presença de Deus.
Por nós, Jesus dispôs-Se a ser banido para sempre da presença de Deus. Por nós, Ele dispôs-Se a levar toda a horrível culpa do pecado e da condenação (Heb. 2:9). “O Salvador não podia enxergar para além dos portais do sepulcro. … [Ele] temia que o pecado fosse tão ofensivo a Deus, que Sua separação houvesse de ser eterna.” – O Desejado de Todas as Nações, pág. 753. É esse extraordinário amor que enternece nosso coração. Ele transforma nossa vida. Tudo o que podemos fazer é cantar com os anjos: “Digno é o Cordeiro que foi morto.” Apoc. 5:12. Tudo o que podemos fazer é cair aos Seus pés e adorá-Lo.
Pr. Mark Finley – Sobre a Rocha.
Fonte : Sétimo Dia

Category: