Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

O lado negativo de “juntar os trapos” antes de se casar

Rádio Advento | 12:00 PM |


O que você pensa sobre o casal morar junto antes de se casar? Será que todas as pessoas precisam de um tempo, como se fosse um teste para ver se o relacionamento realmente vai dar certo?
Em uma pesquisa realizada em 2001, nos EUA, quase metade dos adultos na faixa dos 20 anos concordaram que só dá para casar com alguém se essa pessoa tiver aceitado morar com você antes, para que seja possível descobrir se o casal vai se dar bem dormindo sob o mesmo teto. Cerca de dois terços dos entrevistados disseram que morar juntos antes do casamento era uma boa maneira de evitar o divórcio.
No entanto, outros pesquisadores, Larson e Holman em 1994; e Halford e seus colaboradores em 2003, verificaram que casais que moraram juntos antes do matrimônio tendiam a ter um casamento menos satisfatório e mais instável do que aqueles que não moraram juntos antes do casamento, além de sofrerem um maior risco para o divórcio após realmente se casarem.
Veja porque morar junto antes do casamento pode fazer mal para o relacionamento:
- Falta de avaliação e preparo 
Como o casal ainda não decidiu se vai se casar ou não, a escolha de morarem juntos não costuma ser uma escolha muito bem pensada e avaliada; costuma “simplesmente acontecer” durante o namoro. E como quando duas pessoas começam a morar juntas dificuldades naturais do convívio surgem sem que elas tenham se preparado para isto, a tendência é que haja mais separação do que fortalecimento do casal e preparação para o casamento.
-  Falta de compromisso
Tem se observado um baixo grau de compromisso entre o casal que somente mora junto antes de se casar porque como ainda não estão casados legalmente ou religiosamente, se sentem mais livres com relação ao próprio relacionamento.
-  Desilusões
Discórdias entre o casal podem surgir por conta das visões diferentes que eles podem ter diante da coabitação. Geralmente as mulheres tendem a experimentar o “morar junto antes do casamento” como sendo um passo para o casamento e esperarem por isto, enquanto que para os homens esta decisão quanto a morarem juntos pode ser apenas uma forma de testar o relacionamento e adiar uma decisão quanto ao casamento e, assim, conflitos geralmente começam a surgir após um tempo quando a mulher deseja casar e o homem, não.
- Pressão familiar e como consequência a separação
A pressão dos familiares com relação ao casal se casar, já que já estão morando juntos, pode ser um fator que leva este casal a se divorciar após o casamento porque acabam se casando por causa desta pressão familiar (ou por causa da pressão da própria mulher ou do próprio homem por já estarem morando juntos e, por que não, não se casarem), sem necessariamente a decisão racional com relação ao casamento e, meses depois do matrimônio, se separam.
Algumas pessoas relatam que nunca teriam se casado com a pessoa com quem se casaram se não tivessem morado juntos antes do casamento.
Se o casal ainda não está pronto para decidir se deseja ou não se casar, também não está pronto para viver uma vida de casal. Pense nisto antes de decidir morar junto.

Category: