Seja Bem Vindo ao site Cheio de Esperança

Mãe de ator teme que ele seja explorado por igreja

Rádio Advento | 11:00 AM |


A mãe do ator Angus T. Jones, o Jake da série “Two and a Half Men”, afirmou ao tabloide inglês Daily Mail que o jovem de 19 anos está sendo explorado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia. Em um vídeo divulgado esta semana, Angus aparece dizendo que a série da qual faz parte é “suja” e pede que os espectadores parem de vê-la. “Se você assiste ‘Two and a Half Men’, por favor, pare de assistir. Eu estou em ‘Two and a Half Men’ e não quero estar. Por favor, parem de assistir e de encher suas cabeças com sujeira”, diz o ator em um depoimento ao “Forerunner Chronicles”, programa ligado à Igreja Adventista. Carey Jones, 42, afirmou ao Daily Mail que está preocupada com seu filho. “Estou preocupada que ele esteja sendo explorado pela igreja”, explicou, recusando-se a dar mais detalhes.

Angus, que participa da série desde os nove anos, ganha 350 mil dólares por episódio.

Os produtores de “Two and a Half Men” ainda não comentaram o caso e não se sabe se Angus tentou demitir-se do programa.

Segundo informações do The Hollywood Reporter, o ator não vai aparecer nos dois últimos episódios da série que serão filmados este ano, antes da pausa para as festas. No entanto, fontes disseram ao site que a ausência de Angus não tem nada a ver com os vídeos e que os produtores de “Two and a Half Men” ainda não conversaram com ele.

Angus começou a frequentar a Igreja Adventista do Sétimo Dia em Los Angeles este ano.

(UOL)

Nota 1: É só alguém famoso abandonar a fama e o dinheiro para seguir Jesus que as pessoas começam a procurar “justificativas” para a decisão “estranha”. Quem ainda não passou pela experiência da conversão não entende isso. Quem não sabe por experiência própria que vale a pena abandonar tudo para ter a companhia real de Deus, certamente considerará loucura a decisão de Jones. A mãe dele não se importa que ele esteja participando de um seriado apelativo e não parece ter lamentado quando o garoto se envolveu com drogas. Agora está preocupada que a Igreja Adventista o esteja “explorando” e “manipulando”, quando foi ele mesmo que, usando a liberdade que sua maioridade lhe dá, decidiu estudar as doutrinas bíblicas dos adventistas. Entendo a mãe e entendo ele, pois, quando tinha 18 anos, também passei pela experiência da conversão e minha mãe (e meus amigos e outros parentes) levaram tempo para assimilar a ideia e respeitar minha decisão (leia sobre isso em www.deusnosuniu.com). Resta orar por Angus para que ele tenha coragem de seguir em frente, pelo caminho estreito, a despeito de toda oposição que se levanta contra aqueles que decidem viver o verdadeiro cristianismo, que cumula de bênçãos, mas implica numa cruz.[MB]

Nota 2: Detalhe interessante: perceba como, em questão de dias e mesmo horas, dependendo de quem se converte ou do tipo de fato, por meio da mídia, a Igreja e suas crenças podem facilmente "cair na boca do povo". Alguns considerarão o testemunho de Angus um estímulo para mudarem de vida; outros, infelizmente, continuarão criticando o rapaz e, também, a Igreja. Se perseguiram e criticaram o fundador do cristianismo, o que dizer de Seus seguidores?

Category: